Ir para o conteúdo
ou

 Voltar a Participatório
Tela cheia Sugerir um artigo

Plano Juventude Viva chega a seis municípios da Paraíba

13 de Agosto de 2013, 20:28 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 59 vezes

O Plano chega à Paraíba contemplando a capital, João Pessoa, e os municípios de Bayeux, Campina Grande, Santa Rita, Cabedelo e Patos. Ao todo serão investidos R$ 70 milhões em ações que visam prevenir a violência e reduzir a mortalidade dos jovens negros.

A parceria entre governo federal e estadual foi firmada nesta segunda-feira (12/8), em cerimônia realizada no Palácio do Governo, com a presença dos ministros Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República, e Luiza Bairros, da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir);  da secretária nacional de Juventude, Severine Macedo, e do governador Ricardo Coutinho.  Ao todo serão investidos R$ 70 milhões no estado, que lidera os índices de violência contra a juventude negra, ocupando a 3ª posição desse ranking no país. Clique aqui para conhecer as ações que serão implementadas no estado. 

O ministro Gilberto Carvalho destacou, em sua fala, a importância do  Plano para a vida dos jovens brasileiros. “É um programa que oferece lazer, cultura e formação profissional para que o jovem tenha uma opção de autossubsistência, sem depender do crime nem do craque. É bom ressaltar que, junto com o Juventude Viva, é preciso caminhar com um programa do Ministério da Justiça, que tem o intuito de combater o tráfico para tentar diminuir o assédio das drogas em cima dos jovens”,  disse o ministro, referindo-se ao Programa Brasil Mais Seguro. 

A secretária Severine Macedo, que apresentou o Plano durante a cerimônia, lembrou que o enfrentamento à violência contra a juventude negra se tornou uma agenda nacional, conforme afirmou a presidenta Dilma Rousseff na cerimônia de sanção do Estatuto da Juventude no dia 5 de agosto. “Para o Plano Juventude Viva este lançamento aqui na Paraíba significa mais uma conquista",  complementou Severine.
 
Já a ministra da Seppir, Luiza Bairros,  disse que o esforço do governador Ricardo Coutinho, apresentando número de violência contra o jovem paraibano, serve de estímulo para mudar essa realidade. “O governador Ricardo Coutinho tem feito um grande esforço para que a Paraíba possa consolidar-se no Plano e, assim, diminuir o índice de mortes desses jovens. Ele sempre tem apresentado estatísticas reais e é disso que precisamos para começar a mudar esses números”, frisou.
 
O governador Ricardo Coutinho ressaltou o papel do Estado no Plano, afirmando que tem como meta expandi-lo para as cidades de médio porte da Paraíba. “O estado tem o papel de ser um intermediador entre os municípios e a União. Nossa meta é levar esse programa para as cidades de médio porte porque o crack vem sendo uma das maiores causas da violência contra a juventude”, afirmou.  Segundo o governador, o crack é responsável por 80% dos assassinatos de jovens no país e na Paraíba. 
 
O Plano Juventude Viva é coordenado pela Secretaria Nacional de Juventude, da Secretaria-Geral da Presidência da República, e pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. A iniciativa foi implementada inicialmente em Alagoas, em 2012, chega agora à Paraíba e será estendida, este ano, ao Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pará, Bahia e Espírito Santo. 
 
Fonte: juventude.gov.br

Tags deste artigo: jovens negros viva violencia juventude paraiba

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.