Ir para o conteúdo
ou

Minha rede

 Voltar a Notícias do ...
Tela cheia Sugerir um artigo

#NóisPorNóis: Encontro de Midialivrismo no Rio tem múltiplas identidades e lutas

15 de Maio de 2015, 0:00 , por _____ - 1Um comentário | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 271 vezes
Audit rio

 

Nada resume melhor o primeiro dia do Encontro de Midialivrismo e Juventude, que começou neste dia 15 (sexta-feira) e termina no dia 16 (sábado), do que a hashtag escolhida pelas dezenas de coletivos de todo o país para fazer a cobertura colaborativa do evento: #NóisPorNóis.

A sugestão, do coletivo Alma Preta, de Bauru (SP), cativou os agentes de mídia livre presentes, que viram no termo o sinônimo de suas lutas: o empoderamento para livre expressão. Indígenas, quilombolas e diversos segmentos representados no Encontroconcordaram que a autonomia e independência são conceitos fundamentais de suas iniciativas.

No primeiro dia de atividades, além da reunião para pensar a cobertura colaborativa dos dois dias do Encontro de Midialirismo e Juventude, o secretário nacional de Juventude, Gabriel Medina, e a secretária de cidadania e diversidade cultural do ministério da Cultura, Ivana Bentes, fizeram uma cerimônia de abertura.

Bia Barbosa, do Intervozes, e Ângela Guimarães, do Conselho Nacional de Juventude, também partiparam das rodas de conversa sobre políticas públicas de mídia livre e juventude.

Também aconteceram oficinas de espectro livre e rádio digital com a Rádio Muda, de Campinas (SP), e de arte e guerrilha urbana, com o coletivo Aparecidos Políticos, de Fortaleza (CE).

Amanhã, as programações seguem a todo vapor. Fique ligado no Portal da Juventude, acompanhe as transmissões ao vivo e circule a hashtag: #NóisPorNóis!


Categorias

Cultura
Tags deste artigo: encontro encontro de midialivrismo e juventude midialivrismo rio de janeiro

1Um comentário

  • 9771 586165828179764 7223841577788289652 n minorLafaete Pankararu
    18 de Maio de 2015, 18:12

    Manifesto dos sonhos

    Manifesto dos sonhos

    Hoje é um dia para sonhar muitos sonhos. Toda vez que nós, os povos indígenas, o povo primeiro desta terra, nos encontramos é dia para celebrar e lutar.
    Uma nova luta está no horizonte, a luta do ontem ainda não findou, a luta do ontem é a luta pela terra ancestral que foi saqueada e profanada no seu sagrado. A nova luta no horizonte é complementar a luta pela terra ancestral, a luta de que falamos é a luta pela democratização das tecnologias de comunicação e informação existente.
    Nós, os parentes reunidos no 1º Encontro de Midialivrismo e Juventude, realizado nos dias 15 a 16 de maio de 2015, na cidade do Rio de Janeiro, damos ciência a publico a constituição do Núcleo Indígena de Comunicação e Tecnologia de Informação Digital, este núcleo é para ser uma das instâncias de conversa e decisão sobre o uso das tecnologias de comunicação e informação digital para nos, os povos indígenas.
    Temos o desafio de organizar os fóruns de conversa e decisão sobre o uso das tecnologias para comunicar e informar digitalmente os parentes indígenas e para esse desafio convidamos todos e todas que aqui nos ouvem para somar condições para organizar o que for necessário para obtermos êxito naquilo que ousamos sonhar.
    O nosso primeiro passo é a publicização dessa nossa intenção, que fazemos agora neste manifesto, os próximos passos devem ser coletivamente decididos pelos que resolveram juntar-se a nós. Já disse o poeta e cantor Raul Seixas que sonho que se sonha só é só um sonho, sonhos que se sonham juntos é realidade. Parentes indígenas e não indígenas parentes quilombolas, parentes de comunidades tradicionais de terreiros e parentes das florestas: venham sonhar juntos e assim tornar realidade a democratização das tecnologias de comunicação e informação para os povos indígenas do Brasil e, por que não? Dos povos indígenas do mundo.
    Por fim desafiamos todos e todas aqui presentes a sonhar os sonhos mais lindos.
    Sonhadores e sonhadoras do mundo uni-vos!
    Obrigado.
    Assinam:
    Núcleo Indígena de Comunicação e Tecnologia de Informação Digital
    Lafaete Pankararu, Presidente da União da Juventude Pankararu- UJP e Coordenador Geral da Comissão de Articulação da Juventude Indígena – CAJI
    Cris Mariotto, Kure Kyra – Secretário dos Caciques Guarani do Estado de Santa Catarina
    Contato: 87. 8140-6824/87. 9911-3124/ 48. 9978- 1189
    Email: lafaete2008@yahoo.com.br


Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.