Ir para o conteúdo
ou

Minha rede

 Voltar a Notícias do ...
Tela cheia Sugerir um artigo

ID Jovem leva benefícios ao Espírito Santo

7 de Agosto de 2017, 13:32 , por jessica - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 75 vezes

 

Whatsapp image 2017 08 07 at 11.15.21

O programa ID Jovem foi lançado na manhã desta segunda-feira (07/08), em Vila Velha (ES), na presença de centenas de jovens e do prefeito Max Filho; das vereadoras Patrícia Crizanto (PMB) e Dona Arlete (PSL); do secretário de Direitos Humanos do Espírito Santo, Júlio Pompeu; do secretário nacional de Juventude, Assis Filho; do secretário de Educação de Vila Velha, Roberto Beling; do presidente do Conselho Municipal de Juventude de Vila Velha, Evan Halei; gestor municipal de Juventude de Vila Velha, Bruno Paixão; e do gerente estadual de Juventude, Gustavo Badaró.

O Espírito Santo tem 226 mil jovens com idade entre 15 e 29 anos aptos a emitir a ID Jovem, mais de 17 mil apenas em Vila Velha. Os jovens de baixa renda interessados em obter o documento precisam baixar o aplicativo e colocar os seus dados, entre eles o número do NIS. Com isso, o jovem tem direito a meia-entrada em eventos culturais e esportivos e duas passagens interestaduais gratuitas por comboio (ônibus, trem ou embarcação).
“No momento em que o mundo ergue muros, o governo federal lança um programa para gerar uma maior integração das pessoas, uma maior convivência das pessoas em território nacional”, comemorou o prefeito Max Filho. O secretário nacional de Juventude, Assis Filho, afirmou que “a ID Jovem possibilita a inserção do jovem na cultura, no esporte e no lazer”.
Ivan Halei, que já utiliza a ID Jovem, deu os parabéns ao governo federal e ao secretário Assis Filho “por implementar um programa que está sendo bom para a juventude”. Ele lembrou que o papel do Conselho Municipal da Juventude, do qual ele faz parte, é “cobrar a implementação de políticas públicas de juventude e fiscalizar o seu cumprimento”.
O secretário estadual de Direitos Humanos, Júlio Pompeu, disse que quiseram criar barreiras para a juventude. “Quiseram dizer para o jovem ‘aqui você não entra’ e o ID Jovem é um importante instrumento, porque além do acesso à cultura e lazer, ele permite que o jovem tenha mobilidade.” Após o lançamento, foi realizada uma oficina de capacitação para os servidores, das 14h às 17h.


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.