Ir al contenido
o

 Regresar a Notícias do ...
Pantalla completa Sugerir un artículo

Henrique Villa fala sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável na SNJ

febrero 9, 2018 11:04 , por jessica - 0no comments yet | No one following this article yet.
Viewed 303 times

Whatsapp image 2018 02 09 at 10.46.40O secretário Nacional de Articulação Social, Henrique Villa da Costa Ferreira, fez uma palestra no auditório da Secretaria Nacional de Juventude, nesta quinta-feira (08/02), em Brasília (DF), a pedido do secretário Assis Filho, para falar sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), dos quais o Brasil é signatário. Os ODS fazem parte de um Protocolo Internacional da Assembleia Geral das Organizações das Nações Unidas (ONU) e o Brasil é um dos 193 membros Estados Membros das Nações Unidas que assumiram o compromisso de implementar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

“O objetivo é entregar em 2030 um país diferente”, explicou o secretário de Articulação Social. “Esta é uma agenda de todos, não apenas do governo, e vamos fazer o chamamento de um público fundamental e específico para ser protagonista, que é o jovem”. A Agenda 2030 tem 17 objetivos e 169 metas e busca o equilíbrio entre a prosperidade humana e a proteção do planeta. Seus principais alvos são acabar com a pobreza e a fome, lutar contra as desigualdades e combater mudanças climáticas.

Assis Filho disse que os ODS estão incorporados à missão da SNJ. “Temos um compromisso que é ajudar a transformar de fato o Brasil”, afirmou o secretário. Uma das metas previstas nos ODS é a redução do número de acidentes de trânsito. De acordo com o Índice de Vulnerabilidade Juvenil (IVJ), os jovens são as maiores vítimas desses acidentes. A SNJ combate a violência contra a juventude com programas como o Plano Juventude Viva. Outros programas que ajudam a melhorar a qualidade de vida dos jovens brasileiros são o Estação Juventude e o ID Jovem.

Comissão Nacional para os ODS - O presidente Michel Temer publicou o decreto 8.892, de outubro de 2016, estabelecendo uma instância de governança nacional para o processo de implantação da Agenda 2030 no país e criou a Comissão Nacional para os ODS, presidida pelo ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun. A Comissão tem a participação de representantes dos três níveis de governo e da sociedade civil, constituindo-se em amplo espaço para a articulação, a mobilização e o diálogo com os entes federativos e a sociedade civil.

Fruto do consenso das negociações obtidas entre delegados dos representantes dos países membros da ONU, a Agenda 2030 incorpora contribuições resultantes do diálogo entre governos e sociedade civil, construídos desde a Rio +20. Esse diálogo resultou na inserção de novas temáticas ao desenvolvimento sustentável tais como: indústria, inovação, infraestrutura, trabalho, crescimento econômico, paz e justiça, mudanças climáticas, dentre outros.

Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS sucedem ao ciclo dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio – ODM (2000 a 2015), que a partir do cumprimento das metas tornou o Brasil referência mundial e um dos principais interlocutores na fase de negociação dos ODS, na ONU. O protagonismo internacional do Brasil nos ODS proporcionou ao país assento no Grupo de Alto Nível da ONU, que acompanha a implementação mundial da Agenda 2030


0no comments yet

Publicar un comentario

Los campos son obligatorios.

Si eres un usario registrado, puedes iniciar sesión y automáticamente ser reconocido.