Ir para o conteúdo
ou

Minha rede

 Voltar a Notícias do ...
Tela cheia Sugerir um artigo

Encontro constrói rede para cobertura colaborativa da 3ª Conferência Nacional de Juventude

18 de Maio de 2015, 0:00 , por _____ - 22 comentários | 1 pessoa seguindo este artigo.
Visualizado 628 vezes

O Encontro de Midialivrismo e Juventude, promovido pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), com apoio da Scretaria de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministétio da Cultura, teve um saldo bastante positivo, com infinitas possibilidades de construções coletivas, articulações nacionais e construção de redes. O evento aconteceu nos dias 16 e 16 de maio.

Mais de 100 representantes de coletivos de comunicação, midialivristas independentes, rádios livres e comunitárias, organizações de arte urbana e ativismo, estiveram presentes no Rio de Janeiro. Os dois dias de encontro na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Jardim Botânico, foram repletos de diversidade: jovens de mais de 30 cidades e 18 estados passaram por ali.

O resumo da sexta-feira (15), o primeiro dia de Encontro, você confere aqui. Já no sábado (16), aconteceu uma conversa com o deputado federal Jean Wyllys sobre diversidade sexual e redução da maioridade penal. Para falar também da tramitação da PEC 171/93, que reduz a maioridade penal para 16 anos, esteve presente Dani Orofino, da campanha Amanhecer Contra a Redução.

Depois da conversa e apoio irrestrito dos midialivristas ao processo de mobilização contra a PEC, aconteceram oficinas autogestionadas: Pedro Caribé, da Rede Mídia Livre Bahia 1789, falou sobre mapeamento digital colaborativo. Enquanto isso, vários outros jovens trocavam suas experiências sobre jornalismo criativo e outros temas, em grupos montados e organizados pelos próprios.

Na segunda parte do dia, um movimento potente: a reunião de cobertura colaborativa da 3ª Conferência Nacional de Juventude empolgou dezenas de comunicadores. Moradores de cidades das cinco regiões brasileiras, os midialivristas mostraram a intenção de acompanhar as etapas livres, municipais e estaduais de suas regiões.

Mais que estarem na produção de conteúdo, os jovens exigiram que um dos eixos do Estatuto da Juventude, o direito à liberdade de expressão e à comunicação, fosse contemplado nas discussões da Conferência.

Por tal motivo, negaram o viés puramente técnico-jornalístico do acompanhamento do processo e prometeram incidir politicamente e construir propostas por novos modelos de comunicação para o Brasil, sendo é claro, a mídia livre como um vetor fundamental da transformação.

O encaminhamento da reunião sobre a 3ª Conferência Nacional de Juventude foi a criação de uma comunidade no Portal da Juventude para discussões e criação de um grupo de trabalho. Uma lista com mais de 50 e-mails foi entregue aos representantes da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) para articulação dos contatos e movimentações da rede.

Todas e todos que não puderam comparecer ao evento, é livre o acesso aos ambientes digitais de reunião para articulação da cobertura colaborativa da Conferência.

Para fazer parte das movimentações, comente essa postagem no Portal, mande mensagem na página da Secretaria Nacional de Juventude no Facebook, nos chame no Twitter, aguarde o lançamento da nossa ficha de cadastro e construa a 3ª Conferência Nacional de Juventude conosco.

O Encontro de Midialivrismo e Juventude também teve tempo e espaço para apresentação do Edital de Pontos de Mídia Livre, do Ministério da Cultura. O momento foi para ouvir as reclamações, sugestões e colaborações ao texto final do Edital, que será lançado oficialmente ainda neste ano. O futuro do cenário da mídia independente no Brasil anima.

#NóisPorNóis

#MídiaLivreJuventude

 


Categorias

Comunicação e Tecnologia
Tags deste artigo: encontro conferência conferência nacional de juventude encontro de midialivrismo e juventude juventude

22 comentários

Enviar um comentário
  • Eu minorRaphael Henrique Travia
    19 de Maio de 2015, 20:09

    Melhorando a escrita

    Na última frase do primeiro parágrafo onde se lê: O evento aconteceu nos dias 16 e 16 de maio. Leia-se: O evento aconteceu nos dias 15 e 16 de maio.


  • 9771 586165828179764 7223841577788289652 n minorLafaete Pankararu
    22 de Maio de 2015, 17:54

     

    PARABÉNS,O POVO INDÍGENA ESTARÁ SEMPRE DISPOSTO A APOIAR ESTA JUVENTUDE CONSCIENTE INTERCULTURAL, MOSTROU MOSTROU QUE ESTA DISPOSTA A AVANÇAR, PROVA DISSO É QUE INICIAMOS ESSE CICLO DE NOVIDADES.
    NA MINHA LÍNGUA SAUDAÇÃO: KARUKA BUTUNA, AVOETY TUBÁ, UM ABRAÇO.


Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.