Ir para o conteúdo
ou

 Voltar a Notícias do ...
Tela cheia Sugerir um artigo

Caravana #MaisDireitos passa por Porto Alegre (RS) e reúne jovens e gestores de mais de 40 cidades

13 de Julho de 2015, 0:00 , por _____ - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 133 vezes

A Caravana #MaisDireitos para mudar o Brasil passou por Porto Alegre (RS) nos últimos dia 9 e 10 de julho e reuniu mais de 150 jovens de quarenta municípios do Rio Grande do Sul.

As atividades da programação da Caravana começaram com um debate sobre políticas públicas de juventude na Câmara dos Vereadores da capital. Na mesa, estavam representadas a Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), o Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE), o Conselho Estadual de Juventude - RS, o coordenador estadual de políticas de juventude, Ricardo Bassi.

Isadora Bispo, conselheira do Conjuve, Malu Viana, articuladora do Juventude Viva em Porto Alegre, pesquisadores do Observatório de Juventudes da PUC-RS e diversos atores políticos da cidade estiveram representados na atividade, que também marcou o lançamento da Conferência Estadual de Juventude.

Gestores de políticas públicas de juventude do estado, representantes de movimentos sociais e estudantes marcaram presença e se mostraram empolgados e operantes na mobilização para as etapas municipais, livres e estadual da Conferência. Mais que isso, prometem marcar presença e levar a luta pelo fim da violência contra a juventude negra como pauta na etapa nacional, em dezembro, em Brasília.

Todos os debates da Caravana levaram em conta a urgência da luta contra a redução da maioridade penal, que tramita por meio da PEC 171/1993 na Câmara Federal. Adesivos colados em todos os cantos, palavras de ordem e discursos bradaram contra o possível retrocesso nos direitos da juventude.

Texto: Ascom/SNJ

Fotos: Paulo Motoryn/SNJ


Categorias

Participação Social
Tags deste artigo: conferência mais direitos mais direitos para mudar o brasil caravana conjuve

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.