Ir para o conteúdo
ou

Banner da Comunidade

COMPARTILHE:

Juventude Segura

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Blog

16 de Julho de 2014, 7:34 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Plataforma Juventude Segura acontecerá em Ceilândia (DF) no mês de novembro

20 de Outubro de 2016, 19:09, por snjuventude@gmail.com - 0sem comentários ainda

Img 9367

Em reunião com representantes de Secretarias e Ministérios nessa quinta-feira (20/10), a Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) definiu a data e o local que acontecerá a roda de conversa da Plataforma Juventude Segura.  O encontro teve a presença da Secretaria de Governo da Presidência da República, Secretaria Especial do Ministério da Justiça, Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Secretaria de Segurança Pública, dos Ministérios da Cultura e Educação e de Movimentos Juvenis que se disponibilizaram a realizar o programa.

Os diálogos acontecerão no Centro da Juventude, em Ceilândia (DF), no dia 09 de novembro das 14h às 18h e irão unir cerca de 40 jovens não só das cidades administrativas, mas também do entorno que irão ter o espaço para discutir assuntos e as ações que chegam até eles.

A secretária-adjunta nacional de Juventude, Roberta Pires Ferreira, ressaltou a importância dos debates acontecerem e a relevância das opiniões e questionamentos dos jovens sobre a segurança. “Quando se fala em segurança em si, não se fala das ações executas e das políticas existentes em nosso âmbito. Nós precisamos saber o que acontece com os jovens, saber do que eles precisam para fazer algo”, comenta. Roberta salienta que o espaço e a finalidade do Projeto são para “escutar a juventude”.

A Plataforma Juventude Segura é uma atividade voltada ao entendimento dos jovens sobre as políticas públicas de segurança e uma iniciativa para descobrir como estão sendo executadas as ações nesse meio para contribuir na construção da segurança pública brasileira.

As rodas de conversas acontecerão até abril de 2017 passando pelos estados do Ceará, Pernambuco, Amazonas, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro.

Texto: Ascom/SNJ 



Plataforma Juventude Segura é apresentada no Sul do país

19 de Outubro de 2016, 10:00, por Pedro Henrique Caixeta - 0sem comentários ainda

Whatsapp image 2016 10 18 at 16.40.41

Em visita a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Rio Grande do Sul na tarde desta terça-feira (18/10), a secretária-adjunta nacional de Juventude, Roberta Pires Ferreira, esteve reunida com representantes do Departamento de Políticas para a Juventude, Departamento de Justiça e Departamento de Políticas para as Mulheres, onde fez a apresentação da Plataforma Juventude Segura.

O objetivo da Plataforma é contribuir para a articulação no âmbito do governo federal, com os governos estaduais e o Distrito Federal, na construção, consolidação e integração de políticas públicas de segurança que garantam os direitos de adolescentes e jovens, promovendo a mobilização e participação de diversos segmentos governamentais e da sociedade.

A Plataforma esta prevista para ser lançada no inicio de novembro e as rodas de conversas com os jovens estão sendo pensadas e marcadas a partir das apresentações realizadas em cada estado. Em março de 2017 a cidade de Porto Alegre (RS) recebe o tema Juventude e Acesso a Justiça.  Todas as regiões brasileiras serão abrangidas com discussões de diferentes temas.

Texto: Ascom/SNJ



Definida a data do Juventude Segura em Fortaleza

7 de Outubro de 2016, 15:46, por snjuventude@gmail.com - 0sem comentários ainda

Rfdjgrejkerhsdfj

A secretária-adjunta nacional de Juventude, Roberta Pires Ferreira, participou de uma reunião com o coordenador de Juventude do Governo do Ceará, David Barros, nesta sexta-feira (07/10), no Palácio da Abolição, para tratar do 2º Encontro da Plataforma Juventude Segura que será realizado em Fortaleza (CE), no dia 09 de dezembro  e terá como tema Letalidade Violenta.

 Esses diálogos serão promovidos em todas as regiões brasileiras, com o objetivo de contribuir na construção, consolidação e integração de políticas públicas de segurança que garantam os direitos de adolescentes e jovens.

A Plataforma Juventude Segura reúne um conjunto de ações articuladas entre diferentes setores da sociedade e do governo para a construção e a consolidação de políticas públicas de segurança focadas nos direitos de adolescentes e jovens. O ponto de partida da plataforma é o entendimento de que a segurança pública é um direito que deve ser garantido pelo Estado, mas também um dever de todos.  O primeiro encontro será no mês de novembro, onde será lançado a plataforma.

O Fundo Nações Unidas para a Infância (Unicef) é um dos parceiros do Juventude Segura por meio da plataforma U-Report, uma tecnologia que permite a participação de jovens e adolescentes em consultas públicas sobre temas de seu interesse. Através da plataforma, os jovens vão poder participar de todos os encontros do Juventude Segura.

Texto: Ascom/SNJ 



Plataforma Juventude Segura utilizará U-Report para participação de jovens

5 de Outubro de 2016, 10:56, por Pedro Henrique Caixeta - 0sem comentários ainda

U report

A secretária-adjunta nacional de Juventude, Roberta Pires Ferreira, nesta terça-feira (04/10), se reuniu com Gabriela Mora, oficial de adolescente e cidadania, e Gabriel Coaraci, consultor de comunicação, para conhecer de perto a plataforma U-Report, do Fundo Nações Unidas para a Infância (Unicef). A U-Report é uma tecnologia que permite a participação de jovens e adolescentes em consultas públicas sobre temas de seu interesse, por meio de SMS e redes sociais. Ela será utilizada na Plataforma Juventude Segura, projeto da SNJ para a aproximação da juventude à segurança e às diretrizes políticas.

O U-Report funciona por meio de SMS, Twitter e Facebook. Por meio dessas ferramentas, os jovens e adolescentes de 15 a 25 anos se engajam voluntariamente, respondendo enquetes criando fluxos de perguntas e respostas sobre temas de seu interesse. Desenvolvida pelo escritório de inovação da Unicef no Quênia, essa ferramenta está presente em mais de 15 países e gera dados estatísticos que são levados para autoridades, mostrando a voz dos jovens sobre assuntos como bullying, qualidade da educação, HIV, racismo, violência, et.

O objetivo da Plataforma Juventude Segura é ouvir o jovem e tornar a política de segurança mais eficaz. Estão programadas rodas de conversas em diversas capitais brasileiras. A Plataforma conta com a parceria da Unicef e o primeiro encontro está previsto para o mês de novembro. O ponto de partida dessa plataforma é o entendimento de que a segurança pública é um direito que deve ser garantido pelo Estado, mas também é um dever de todos.

Para conhecer mais sobre a plataforma U-Report, clique aqui

Texto: Ascom/SNJ



Plataforma Juventude Segura terá o apoio da UNICEF

22 de Setembro de 2016, 16:58, por Pedro Henrique Caixeta - 0sem comentários ainda

Roberta unicef

Na tarde dessa quinta-feira (22/09), em continuidade ao planejamento da Plataforma Juventude Segura, a secretária-adjunta nacional de juventude, Roberta Pires Ferreira, esteve em reunião com a coordenadora do Programa de Proteção à Criança, da UNICEF, Casimira Benge, onde reafirmaram o compromisso da parceria na execução dessa nova iniciativa.

A Juventude Segura é o projeto que vem sido articulado pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) para a aproximação da juventude à segurança e as diretrizes políticas.

A UNICEF vem investindo na Plataforma dos Centros Urbanos, uma ação para buscar o desenvolvimento inclusivo que reduza a desigualdade que atinge as crianças e os adolescentes. A intenção da parceria é utilizar, em conjunto, as duas plataformas para que os benefícios cheguem a maior quantidade de números de jovens do país.

O programa está em fase de elaboração pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e busca parcerias importantes para o lançamento em Brasília previsto para novembro.

Texto: Ascom/SNJ



Estatísticas para Juventude Segura

  • 1 usuários
  • 0 tags
  • 0 comentários