Ir para o conteúdo
ou

Perfil
 Voltar a Blog
Tela cheia

lixos vs tele entulho

24 de Fevereiro de 2017, 10:37 , por jacson Rocha - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 9711 vezes

O entulho, também conhecido como metralha ou caliça é tudo que sobra de obras, reformas e demolição. Sobras de escavações também são considerados entulhos. Para descartar corretamente esse material, consulte o serviço de tele-entulho em Porto Alegre. Ao longo desse texto explicaremos a importância de contratar uma empresa para remover entulhos. Também daremos dicas para não cair em armadilhas na contratação do serviço.

Classificação dos resíduos da construção civil

O entulho de construção são os restos e fragmentos. Tijolos, blocos de concreto e pedaços de madeira são os tipos de entulho mais comuns. Já as sobras de demolição são constituídas apenas por fragmentos e tem mais aproveitamento na reciclagem. A ABRECOM (Associação Brasileira Para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição) classifica o entulho em três grupos:

Grupo 1: materiais à base de cimento, areia, cal e brita (blocos de concreto e argamassas);

Grupo 2: materiais de cerâmica (tijolos, azulejos, telhas e manilhas);

Grupo 3: materiais não recicláveis (gesso, madeira, isopor, vidro e metal).

Essa classificação é importante, pois, orienta na reciclagem. Nas Áreas de Transbordo e Triagem (ATTs), cada resíduo é separado e pode voltar como base de produtos de construção ou matéria prima na fabricação de objetos. Nessa triagem, sobras de madeira com indícios de tintas são descartados, pois, o tingimento contamina as peças.

Tele entulho em Porto Alegre na luta contra a poluição

O descarte irregular de resíduos de construção emporcalha as ruas de Porto Alegre. Esses resíduos nas vias públicas atrapalha a circulação de pedestres e atraem roedores e insetos, incluindo o Aedes aegypti, transmissor da dengue e febre chikungunya. O descarte irregular dos chamados resíduos inertes (cal, argamassa, material cerâmico e madeiras) e dos materiais perigosos (solventes e latas de tinta) ainda contaminam o solo e comprometem o desenvolvimento de plantas e animais. Eu conversei um com o responsável de uma empresa de tele entulho site: www.teleentulhoportoalegre.com e esse empresario me explicou todo o processo e principais pareiras que são encontradas para poder fazer o descarte de forma correta, para tentar minimizar o impacto desses materias de construções no meu ambiente.

Os cidadãos têm os serviços de tele-entulho em Porto Alegre. A prefeitura também disponibiliza duas opções para o descarte sustentável. A Coleta Certa, do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) cuida dos resíduos de obras e reformas. O serviço custa R$20 e pode ser agendado uma vez por mês pelo telefone 156. Os resíduos das demolições e escavações até 0,5 metro cúbico produzidos diariamente podem ser enviados para qualquer das quatro unidades do Destino Certo, do Projeto Ecopontos. Quem produz mais de 0,5 metro cúbico deve providenciar o descarte desse material.

Tele-entulho só cadastrado pela prefeitura

Os tele-entulho em Porto Alegre colaboram na luta contra a poluição, mas somente os regularizados. Para funcionar, os estabelecimentos precisam de autorização municipal para trabalharem. Sem o alvará e acompanhamento da prefeitura a coleta e descarte são feitos erroneamente, aumentando a sujeira nas ruas e no meio ambiente. Empresas que não cumprem as determinações são multadas e arcam com os custos de destinação do material.

Quando entrar em contato, não hesite em solicitar o CNPJ. Caso o estabelecimento não tenha não feche negócio para evitar problemas. Mas, se ele estiver com a documentação em dia não há nenhum problema, certo? Depende. Algumas empresas são cadastradas junto à prefeitura, entretanto, não são idôneas. Se oferecerem desconto ou qualquer outra vantagem em troca de fechar negócio sem contrato, fuja e denuncie.