Ir para o conteúdo
ou

Eleições Conjuve 2017

COMPARTILHE:
Tela cheia

O que é?

11 de Maio de 2017, 13:14 , por Pedro Henrique Caixeta - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

O edital publicado no dia 15 de maio de 2017, no Diário Oficial da União, prevê abertura imediata de 60 vagas para compor o Conselho Nacional de Juventude (Conjuve). 

As 40 vagas da sociedade civil serão preenchidas da seguinte forma: metade por representantes das 27 unidades da federação, de forma que as cinco regiões do País estejam representadas; e a outra metade dividida entre representantes dos 11 eixos temáticos do Estatuto da Juventude. Nas vagas destinadas aos estados, todos estarão representados, porque os que não forem titulares serão suplentes e haverá alternância no exercício da titularidade.

As vagas para as representações da sociedade civil de atuação estadual, distrital, regional ou municipal foram divididas da seguinte forma: duas vagas para os estados da região Sul, três vagas para os estados da região Sudeste, três vagas para os estados da região Centro-Oeste, 5 vagas para os estados da região Norte e sete vagas para os estados da região Nordeste.

Os representantes da sociedade civil de atuação nacional vão disputar as vagas conforme os 11 eixos do Estatuto da Juventude, divididos da seguinte forma: duas para Participação; três para Educação; duas para Trabalho e Renda; uma para Gênero, uma para LGBT, uma para Raça e Etnia/Povos Tradicionais e uma para Jovens com Deficiência, totalizando quatro vagas para o eixo Diversidade e Igualdade; duas para Saúde; duas para Cultura; uma para Direito à Comunicação; uma para Esporte e Lazer; uma para Meio Ambiente; uma para Território e Mobilidade; e uma para Segurança e Paz.

A Comissão Eleitoral Independente é formada por Fábio Meirelles de Castro (Escola de Gente), Bruno Ramos da Silva (Liga do Funk) e Misael Mendes da Rocha Júnior (Ordem dos Advogados do Brasil), representantes titulares da sociedade civil e os suplentes Caio Angarten (União dos Escoteiros do Brasil), Marcos da Silva (Confederação Nacional dos Jovens Empresários – Conaje) e Antonio Zanette (OAB); e os titulares Leonardo Felipe Souza (Fórum Nacional dos Gestores Estaduais de Juventude), Anderson Pavin Neto (SNJ) e Kilvia Cristina Carneiro (SPM) e os suplentes Priscila Gomes de Araújo (Forjuve), Vitor Otoni (SNJ) e Thiago Menezes Siqueira (SNJ), representantes do poder público.