Ir para o conteúdo
ou

 

3ª Conferência Nacional de Juventude

Informação ao Participante!ProgramaçãoPassagens aéreas emitidas
Tela cheia

Como participar

17 de Junho de 2015, 0:00 , por Fabiano Rangel Cidade - 1010 comentários | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 8841 vezes

Todo mundo pode participar da Conferência apontando propostas, comentando, seguindo, mobilizando apoiando outras propostas e concorrendo para ser um delegado!

- Pela internet: acesse www.juventude.gov.br/conferencia e siga o passo a passo para inserir sua proposta.

- Proposta em papel: caso não tenha acesso direto à internet, escreva sua proposta em papel e peça ajuda a um conhecido que consiga inscrevê-la no site para você.

- Conferências livres: organize e participe de encontros locais para formulação e coleta de propostas.

- Etapas presenciais: participe das etapas presenciais no seu Município e Estado para dialogar e elaborar as propostas que serão inscritas na plataforma digital para seguirem para as próximas etapas.

 

O calendário da 3ª Conferência é o seguinte:

  • Etapas municipais, territoriais e regionais: 01 de julho a 28 de novembro.
  • Etapas estaduais: 11 de setembro a outubro.
  • Etapas livres: 01 de maio a 31 de outubro.
  • Etapa Digital: 23 de julho a 31 de outubro.
  • Etapa de Comunidades e Povos Tradicionais: data a definir.
  • Etapa Nacional: 16 a 19 de dezembro.

 


1010 comentários

Enviar um comentário
  • 11755702 1040929559250463 6528549109216044958 n minorIsabela Bispo Santana
    28 de Julho de 2015, 10:14

    Democratizando informações - Ponto de Cultura Piabinhas de Sergipe e Pescando Memórias

    O nosso município de Nossa Senhora do Socorro - Se não realizou Conferência de Cultura em 2013.Realizamos a Conferência Livre de Cultura, onde a única proposta do nosso estado sistematizada com outros estados aprovada na plenária final da Conferência Nacional foi a do nosso ponto de Cultura. Agora com certeza realizaremos uma Conferência Livre da Juventude pelo Ponto de Cultura Piabinhas de Sergipe e outra Conferência na etapa de Comunidades Tradicionais, pelo Ponto de Memória da comunidade ribeirinha Povoado São Braz. Buscando mais informações...


    • Carla participatorio minorCarla Bezerra
      29 de Julho de 2015, 11:55

      Como organizar um conferência livre

      Olá Isabela,
      Muito bom saber essa informação!
      Para organizar uma conferência livre fizemos um pequeno passo a passo que pode te ajudar:

      Etapas livres

      Etapas Livres são encontros organizados por qualquer pessoa, organização ou instituição interessados em mobilizar outras pessoas para discussão dos temas da Conferência e elaboração de propostas para a etapa digital.

      Quem organiza: qualquer cidadão, cidadã, organização ou instituição interessados.

      Quando acontecem: em qualquer data até 31 de outubro de 2015.

      As etapas livres e territoriais incluem propostas na etapa digital, mas não elegem delegados ou delegadas para as etapas estaduais ou nacional.

      Como organizar uma etapa livre

      1º Passo - Antes do evento:

      Decida qual o tema a ser discutido ou o território abrangido pela etapa. O que você faz? De quais grupos e coletivos participa? Tente definir qual é o tema de maior interesse para você e para as pessoas que você quer reunir.

      Converse com outras pessoas, mostre a elas o que é a 3ª Conferência e convide-as a construir com você o evento. Você pode organizar uma reunião para isso e até sugerir a formação de uma pequena comissão organizadora que vai compartilhar as tarefas para que o evento aconteça.

      Defina, em diálogo com as demais pessoas interessadas, data, local, horário de início e duração do evento. Sugerimos que seja, preferencialmente, um local público e, nesse caso, não se esqueça que você precisará de uma autorização para utilização do local. Mas o evento também pode acontecer na sede de alguma das organizações envolvidas na sua realização.

      Pense em tudo o que você vai precisar para que o evento aconteça da melhor maneira possível; papel e caneta para as pessoas anotarem, cartolina para escrever as propostas de um modo bem visível, pincel atômico, fita adesiva, datashow, câmera fotográfica, filmadora, sonorização no local, crachás para os participantes e o que mais você achar necessário e puder conseguir. Mas lembre-se: se não conseguir tudo, não tem problema. O que não pode faltar é determinação e diálogo.

      Divulgue o evento por todos os meios que estiverem ao seu alcance. Vale utilizar seus perfis e dos demais organizadores em redes sociais, visitar a escola ou outros lugares de concentração de jovens para convidá-los pessoalmente, avisar jornais e rádios comunitárias.

      2º Passo - Durante o evento

      Credenciamento: no início do evento, os participantes devem ser credenciados. Para isso, você pode fazer uma lista de presença com os seguintes campos: nome, e-mail, idade, gênero (masculino ou feminino), organização da qual faz parte, tema de maior interesse.

      Abertura: nesse momento, pode-se fazer uma apresentação tanto da 3ª Conferência Nacional de Juventude quanto da etapa que se está realizando. Certifique-se, sempre, de que todos têm plena ciência do processo, seus objetivos e das regras do debate.

      Contextualização: que tal reservar pelo menos uns trinta minutos, logo após o momento de abertura, para construir um contexto geral sobre o tema a ser desenvolvido no evento? Você pode, por exemplo, convidar um especialista ou mesmo sugerir que as várias organizações presentes façam uma fala (breve) sobre o assunto.

      Grupos de trabalho: para facilitar a discussão, de modo que todos possam falar e ouvir, os participantes podem ser divididos em grupos menores que elaborarão as propostas. Esse momento é o de maior duração no evento. Cada grupo deve ter um ou mais relatores, que são as pessoas que vão anotar direitinho as propostas que saírem do grupo.

      Sistematização: terminados os grupos, os relatores se reúnem e conversam um pouco sobre as principais propostas que apareceram nos grupos. Algumas, por exemplo, podem ser agrupadas por serem muito parecidas? Mas lembre-se: o ideal é que as propostas cheguem ao momento seguinte com a mesma forma e redação com que saíram dos grupos. Essa reunião é só para facilitar o trabalho que vem depois, ok?

      Plenária: Chegou a hora de reunir todos no mesmo espaço novamente. Nesse momento, os relatores dos grupos apresentam ao conjunto dos participantes as propostas que saíram dos grupos, se possível, já sugerindo quais propostas podem ser unificadas. Após a leitura de todas elas, podemos consultar se os participantes topam unificar propostas ou, ainda, se propõem alterar a redação de alguma delas.

      Priorização: Depois que as propostas foram elaboradas e discutidas nos grupos de trabalho, sistematizadas pelo grupo dos relatores dos grupos e validadas em plenário, pode-se fazer uma priorização delas, se forem muitas. Suponhamos que o evento tenha elaborado 80 propostas; é legal saber quais delas são prioritárias para os participantes, ou seja, as que tem mais apoio, não é? Uma forma de descobrir isso é dispor todas elas num painel, em local visível e acessível para todos. Depois, distribuímos um número de adesivos (aqueles círculos de papel autocolante que a gente encontra em qualquer papelaria) e pedimos que colem nas propostas que acham que devem ser prioridade. Você pode reservar meia hora da programação para esse momento ou mais tempo, se necessário, a depender da quantidade de participantes. Ao final desse processo, as propostas que receberem o maior número de apoio, por meio dos adesivos, serão declaradas prioritárias.

      Encerramento: agora podemos reunir novamente todos os participantes em plenário para apresentar o resultado da priorização e para informar a todos dos próximos passos: encaminhar, via plataforma digital da 3ª Conferência, as propostas para a etapa nacional. Você pode, ainda, fazer uma rápida avaliação junto aos participantes, pedindo para que falem o que acharam da participar do evento e de que forma podem continuar atuando em conjunto.

      3º Passo - Depois do evento

      Inclusão das propostas na etapa digital: para que as propostas da etapa livre ou territorial sejam discutidas na etapa digital e possam chegar à etapa nacional, elas devem ser incluídas na plataforma via o aplicativo da Conferência. As ações e interações nessas propostas (incluir, seguir, apoiar, mobilizar) vão gerar relevância na etapa digital para esta proposta, aumentando sua chance de chegar na etapa nacional. Além disso, as interações geram relevância para o perfil que as incluir, aumentando as chances de que estes participantes possam virar delegados!

      Inscreva as Etapas Livres e ganhe pontos!
      Você poderá registrar as etapas livres que organizou ou de que participou nas suas informações de perfil completo, no aplicativo da conferência


  • Ab69ef8695b526487f62bd0cfbce2ac6?only path=false&size=50&d=wavatarHenrique Santos
    30 de Julho de 2015, 11:43

    Por um país justo é soberano.

    vamos todos juntos fazer com que essa conferencia de voz a juventude trabalhadora e oprimida pelo sistema capitalista em que nosso nação nos impões.


  • 1cecc91cdb4b41c6cccea5a9eca656ea?only path=false&size=50&d=wavatarAlcebino Silva
    25 de Agosto de 2015, 11:09

    Convocar via Sociedade Civil

    Bom dia, o poder público não convocou a conferência Municipal de Juventude, gostaria de saber como devo proceder para que a Sociedade Civil convoque.
    Quem puder ajudar entre em contato, e-mail: alcebino.silva@ig.com.br
    whats: (18)991141880

    abraços

    Bino
    Sud Mennucci/SP


  • Foto jbc minorBatista
    30 de Agosto de 2015, 0:47

    A gestão pública municipal não convoca a Conferência Municipal da Juventude

    Em muitos municípios brasileiros, a gestão pública municipal não convocou a Conferência Municipal da juventude, portanto a etapa virtual é um excelente espaço democrático para que a sociedade civil participe ativamente, contribuindo assim para a democratização do diálogo com a sociedade.


  • 20160108 201333 minorTaiane Sena
    15 de Setembro de 2015, 22:31

    ERROR

    Quero publicar minha proposta , mas fica dando erro ao divulgar ! Alguém pode me ajudar por gentileza?


  • Foto jbc minorBatista
    1 de Novembro de 2015, 1:07

    Etapa digital da 3ª CONJUV

    Parabenizo a CON da 3ª CONJUV pela organização deste importante espaço virtual de debate das questões juventude brasileira.


  • Foto jbc minorBatista
    12 de Novembro de 2015, 16:36

    EMPODERAMENTO DA JUVENTUDE BRASILEIRA

    A Juventude brasileira está se empoderando através da efetivação de políticas públicas para a juventude.
    A SNJ contribui de forma decisiva para o fortalecimento da juventude cidadã.
    Att,
    João Batista Cavalcanti
    Coordenador de Relações Municipais
    Núcleo Regional Vale do Capibaribe
    SINTEPE( Sindicato dos Trabalhadores/as em Educação no Estado de Pernambuco)
    Limoeiro - PE


  • 10373496 783030388403009 5496608944489520400 n minorgabinetejuniordopt@gmail.com
    20 de Novembro de 2015, 10:25

    Observador

    Bom dia, gostaria de saber como fazer o cadastro na condição de observador.


Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.